Imagem capa - Por que castrar o seu pet? por Samara Medeiros Fotografia
DicasFotografia pet

Por que castrar o seu pet?

Ei pessoal! Tudo bem? Aqui estamos nós para mais um texto informativo para vocês! Cada vez mais as pessoas estão se conscientizando das necessidades – e inúmeras vantagens – de se castrar os pets, então hoje eu vim aqui para esclarecer algumas dúvidas e mostrar todas essas vantagens, com base em estudos científicos e observações de pessoas envolvidas na área! 

Vamos lá??



Então quais são todas essas vantagens em castrar um bichinho? Seja macho, seja fêmea, seja cão ou gato? Lembrando que as vantagens aqui mencionadas são corroboradas por veterinários e pesquisadores da área, além da experiência de pessoas que fazem um trabalho social ajudando animais abandonados.

Uma das grandes vantagens, e mais óbvia, é o impedimento de gestações indesejadas, principalmente para pessoas que têm mais de um animal de sexos diferentes ou pessoas cujos animais têm acesso à rua, que aí as fêmeas podem voltar grávidas em época de cio ou, no caso de machos, engravidar outras fêmeas, contribuindo para a superpopulação de cães e gatos de rua.




Sim... eles são lindos, fofos, deliciosos! Mas existem milhares de animais na rua, vivendo à própria sorte. Quem nunca ficou com o coração partido ao ver aquele gatinho ou cachorrinho extremamente magro, sujo e carente de atenção e amor, perambulando pelas ruas? Acontece comigo sempre. Fico com o coração na mão, por isso ajudo todos que posso. Castrar seus animais – e ajudar na castração dos animais de rua – ajuda a reduzir a quantidade de animais abandonados. Não há necessidade de colocar seu animalzinho para cruzar. 

Se quiser ter filhotinhos lindos em casa, basta ligar para o abrigo ou ONG mais próximo de você e adotar um! Você estará salvando uma vidinha e esse gesto mudará a sua vida também! (Para quem mora em Belo Horizonte, entre no facebook do Abrigo Balaio de Gato! Eles têm um trabalho maravilhoso!!!! Aliás, todas as fotos que ilustram esse post são de animais resgatados por eles.)




“Ah, mas eu queria um filhote do meu pet...”, você já pode ter pensado, ou ouvido alguém dizer. Então pare para pensar... isso é mesmo tão relevante? Saber que o filhotinho é da sua gata ou cadela? Faz tanta diferença assim no amor que você está preparado a dar ao filhote? Se está em dúvida e precisa de ajuda a decidir, tente visitar um abrigo de animais! Garanto que sairá de lá com o coração derretido e a necessidade de ter um filhote do seu cão ou gato irá diminuir muito, após todo o amor que você vai ganhar de animaizinhos que esperam pacientemente por um lar.



Outro motivo muito relevante e importantíssimo para castrar seu pet. A incidência de câncer de mama cai drasticamente nas fêmeas castradas em comparação às fêmeas não castradas, assim como a incidência de câncer de próstata nos machos. Todos queremos que nossos pets vivam o máximo possível, certo? Então reduzir as chances de terem doenças é um motivo muito válido para que realizemos esse procedimento neles!



Inclusive pode ser realizado a partir das 6 semanas de idade, como tem sido feito há algumas décadas na Europa e EUA. No Brasil é mais comum a partir do 6º mês de idade, quando os animais já atingiram a maturidade sexual. É possível encontrar locais no Brasil que realizam a castração pediátrica, só é menos comum. Inclusive, alguns estudos mostram que a castração das fêmeas antes do primeiro cio é ainda mais benéfica e reduz ainda mais as chances de câncer de mama.




Outro benefício da castração, muito importante no caso de machos, é a redução da territorialidade. Machos costumam ser muito territorialistas e fazem xixi nos locais para marcar com seu cheiro. As vezes pode acontecer com as fêmeas também, embora seja menos comum. A castração reduz muito essa necessidade de marcar território.

Os animais, tanto machos quanto fêmeas também tendem a ficar mais tranquilos após a castração. No caso de gatos, eles tendem a querer sair menos de casa, mas tenha em mente que não é algo garantido, então o melhor é proteger sua casa para evitar que saiam e corram riscos nas ruas! Mas caso seu gatinho tenha acesso à rua, castre o mais rápido possível para acostuma-lo desde cedo a ficar em casa.



Algumas pessoas falam que castrar é judiação, que irá tirar a “diversão” dos bichos. Isso não existe. Os animais cruzam por instinto. Os machos se metem em brigas quando há uma fêmea no cio por perto, se machucam, podem pegar doenças. As fêmeas também podem se machucar por se meter em brigas, por ter vários machos atrás delas para tentar cruzar. Castrar não irá tirar a diversão deles. Irá tirar essa necessidade instintiva que eles têm de correr atrás de uma fêmea no cio. Irá deixar seu bichinho mais protegido por não brigar na rua, reduzindo o risco de fugas e um consequente atropelamento.

Além disso se seu pet fugir para cruzar, irá incomodar a vizinhança com os gritos e barulheira embaixo da janela enquanto tentamos dormir. Com a castração não haverá esse incomodo. Principalmente se ajudarmos em projetos de castração de animais de rua.



Um ponto que deve ser observado é que os animais castrados tendem a ganhar peso, pela diminuição na atividade. Então estimular brincadeiras com seu gatinho e sair para passear com seu doguinho ajudará muito a manter seu pet em forma, além de estimular o vínculo entre vocês!



Ficou alguma dúvida sobre castração? Manda aí nos comentários! Vamos conversar! ;)

Referências:

Bianca Schivitz Zago, Prós e Contras da Castração Precoce em Pequenos Animais, 2013.

Fabiana Azevedo Voorwald, Caio de Faria Tiosso, Gilson Hélio Toniollo, Gonadectomia pré-puberal em cães e gatos, 2013.